Cinema

Um território que eu amo demais integrar é o do cinema. A arte das câmeras que revelam historias, o trabalho em equipe para fazer a magia acontecer. O cinema marca nossa vida com obras inesquecíveis. Mackaylla teve a oportunidade de protagonizar alguns filmes de curta e média metragem nessa trajetória de perucas, enchimentos e reboco na cara. 

Os que habitam em mim – Mackaylla

O que habita em mim 2.PNG

Sob produção da Delicatessen Filmes Mackaylla integra a série de registros históricos sobre três artistas da cidade de São Paulo. Gravada durante o período do confinamento social, gerando pela pandemia de Covid-19, procurando entender como se dá o processo criativo desses artistas nesse período e por quais questionamentos eles estão passando. Toda a produção foi feita de forma remota: um kit com câmera e tripé, além de um vídeo explicando o passo a passo sobre como montar e usar o equipamento, foram enviados à Mackaylla que gravou sua rotina, dividiu seus questionamentos, processos criativos,  com os diretores Del e Larissa Zaidan.  O registro foi transformado em filme.
Filme contemplado pelo edital Arte como Respiro: Múltiplos Editais de Emergência do Itaú Cultural, em 2020.
 

LIVRE ESTOU

Dirigido por Marina Person, produzido pela Alzira filmes e UOL, o filme retrata a cena Drag paulistana em noite de Halloween. 

Livre Estou 2.png
Livre Estou 1.jpg

ANDARILHAS

As drag queens Mackaylla e Larissa Hollywood se unem para criar o projeto Andarilhas, que realizou um filme sobre mobilidade urbana no Distrito Federal pelo olhar das duas drags: uma motorizada de carro, e outra no transporte público. Quais os fatores de risco para a diversidade? Qual a condição da mulher no transporte público? Há acessibilidade? São questões que as Andarilhas abordam com muito bom humor, beleza e charme. Escrito pelas Drags enquanto ainda estavam na graduação na UnB, sob realização do Canal Futura, o filme foi selecionado para mais de 20 festivais e mostras no Brasil e Europa. Homenageado no Festival de Curtas de Brasília.